1º Circuito de Integração de Todas as Artes* 5 Anos de Maracatu Ouro do Congo

De 01 a 16 de Agosto de 2015

Somos atores de teatro, músicos, batuqueiros, cantores, dançarinos, brincantes, pintores, jardineiros, garis. Somos trabalhadores envolvidos diariamente nos cuidados de um espaço cultural que com quase cinco anos de atividades semanais, já ofereceu oficinas diversas, recebeu apresentações artísticas de parceiros do bairro, da cidade, do estado de São Paulo, do Brasil e de fora dele. Conhecemos de perto as alegrias e as tristezas de viver e atuar na periferia, em frente à Praça do Campo Limpo que é também o nosso quintal.

Somos personagens de uma importante história de luta: pelo direito à cultura, pelo direito à ocupação dos espaços públicos, pela difusão do teatro, da música, da dança, das brincadeiras populares e manifestações afro-brasileiras. Contra o preconceito de raça, cor e classe social, contra o racismo, contra a intolerância religiosa.

Para nós, ocupar artisticamente o Espaço Cultural CITA significa dar continuidade e afirmar a nossa própria história. Queremos compartilhar um espaço onde se possa criar, tocar tambores, dançar, pensar novas possibilidades para as crianças e jovens de hoje, novos modos de vida que vão contra imposições e modelos que não nos representam. Aqui, cuidamos do jardim, aramos e nos sujamos de terra no bosque, para juntos brincar, e de noite jongar ou ouvir histórias em volta da fogueira. Pra fazer aulas e reuniões ao ar livre. Pra nas tardes de sábado ouvir tambores de maracatu que ecoam de nosso quintal.

O 1º Circuito de Integração de Todas as Artes é, portanto, uma grande festa. E nesta festa queremos celebrar com alegria a nossa (R)Existência, comemorar os 5 anos do Maracatu Ouro do Congo, o segundo grupo mais antigo que atua aqui no Espaço CITA. E vamos fazer isto Ouvindo nossos mestres griôs falarem, invadindo a cidade, tocando nossos tambores, cantando, dançando, ouvindo e falando poesias, dançando ao som de músicas que vem da nossa alma e da alma de nossos parceiros de caminhada.

Entendemos ser um momento importante, que, para além de um festival de artes, pretende ser um ato de confraternização e afirmação da imensa presença das manifestações afro-brasileiras em nosso cotidiano.

Punhos cerrados, sorriso no rosto, corpos em prontidão! Você é nosso convidado.

Coletivos e Artistas do CITA

HOMENAGEADO

Maracatu Ouro do Congo

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

01 de agosto – Sábado

15:00 – MESA DE ABERTURA

OUVINDO AS VOZES DA EXPERIÊNCIA: A cultura e as religiões afro-brasileiras nas periferias de São Paulo

Local: Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

A proposta é que cada coletivo artístico que atua no CITA, receba uma pessoa ou grupo, que poderá realizar palestras, bate-papos ou intervenções de mestres da cultura popular, das artes cênicas, do hip hop ou qualquer outra manifestação artística, promovendo encontros e vivências abertas à comunidade. Este encontro tem 03 convidados especiais e a idéia  é debater sobre as dificuldades e a necessidade de cada vez mais promover o conhecimento sobre a cultura e as religiões afro-brasileiras nas periferias.

Participantes da Mesa:

18:00  – Roda de Jongo – Tropeiros Batuques e Tradições

Local: Bosque do Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

19:00 – Bloco Afro É Di Santo

Local: Bosque do Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

02 de agosto – Domingo – Cortejo e Show

14:00 – Concentração para o cortejo

Local: Bosque do Espaço Cultural CITA– Discotecagem de Gui Simi

14:00 – Praça do Campo Limpo – Coletivo Brincantes Urbanos

15:00 – Cortejo no entorno da Praça do Campo Limpo

Maracatu Ouro do Congo recebe os Mestres Chacon Viana e Joana Cavalcante entre outros convidados.

Cortejo_

Show Ossé – Vitor da Trindade
18:00 –  Bosque do Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

05 de Agosto – Quarta-Feira

20:00 – Estréia Cinema na Praça

Local: Praça do Campo Limpo – Exibição do curta “Cumbe” + Debate

07 de Agosto – Sexta-Feira

20:00 – Projeto Mais Rap

Local: Praça do Campo Limpo

08 de agosto – Sábado  

14:00 – Sansakroma Contadores de Histórias – Espetáculo:  Viajante Malangue

Local: Praça do Campo Limpo


17:00 – Ensaio aberto do Maracatu Ouro do Congo com a participação da Mestra Joana Cavalcante

Local: Bosque do Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

Ensaio_Aberto_Ouro_do_Congo

20:00 – Banda Ouro & Chá convida Guinão Oliveira  e Salloma Salomão

Local: Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

Ouroechá

09 de agosto – Domingo
Das 17:00 às 22:00 – Festa Quizomba do Zé

Local: Bar Favela da Vila – Rua Mourato Coelho, 1272 – Vila Madalena

Ingresso: R$ 10,00

13 de agosto – 5ª feira
 5º Caldos e Causos + Ouvindo as Vozes da Experiência

Raquel Trindade e Mestra Joana Cavalcante

Local: Bosque do Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

14 de Agosto – Sexta-Feira

20:00 – Projeto Mais Rap

Local: Praça do Campo Limpo

 

15 de agosto – Sábado
Oficinas de Maracatu com Mestra Joana Cavalcante e Deivson Santana

10:00 às 12:00 – Iniciante

14:00 às 17:00 – Avançado

Local: Estúdio Abacateiro – Rua Francisco Isoldi, 20 – Sumarézinho

Investimento: R$ 40,00 por pessoa
Inscrições: oficinas.abacateiro@gmail.com

Sobre os orientadores:

19:00 – Encontro Alcateia de Cenas Livres

Organizado pelo Grupo Teatral Secreto

Local: Espaço Cultural CITA – Entrada Franca

O Grupo Teatral Secreto é formado por aprendizes da oficina de Teatro do CITA – Turma 2015. Juntamente com os orientadores Deco Morais e Daniel Weffort, o grupo idealiza o Encontro Alcateia de Cenas Livres. A ideia é que mentes e seres aleatórios executem e assistam as cenas, que terão tema livre. Uma brincadeira teatral. O número de cenas é limitado em uma por local.
Serão dez cenas, com duração de dez minutos e Entreato de cinco minutos.
Dez possibilidades diferentes de espaço para apresentar a sua cena – ocupando, assim, todo o Espaço Cultural CITA.
A proposta é possibilitar um espaço para que as pessoas se expressem através do teatro – e se encontrem nesse processo. Se descubram.
Já que o Espaço Cultural CITA surge através de um processo de ocupação por um grupo teatral, nada mais justo que as cenas “ocupem” cada cantinho do Espaço.
Lembramos a todos que o Encontro Alcatéia não promoverá nenhum tipo de cachê ou pagamento. Lembramos também que o Encontro será filmado para posterior apresentação e discussão dos resultados. Para fazer parte dessa empreitada, solicite formulário e fotos dos 10 locais através do email: alcateiadecenas@gmail.com.

Grupo confirmado: Cia Basalto de Artes com cenas do espetáculo “Divina, o Vento também traz noticias”

16 de agosto – Domingo

ENCERRAMENTO

14:00 às 17:00 – Coletivo Brincantes Urbanos / Ponto de Brincar

Local: Praça do Campo Limpo

15:00 – Sarau do Binho na Praça Do Campo Limpo com Maracatu Ouro do Congo, Mestra Joana Cavalcante, Banda Agbè, Gaspar Z’África Brasil, músicos e poetas.

F I C H A T É C N I C A 

Produção

Dêssa Souza  e Cléia Varges

 

Assistentes de Produção

Welton Silva / Deco Morais / Will Cavagnolli / Joka Andrade / Sheila Signário

 

Curadoria

Coletivos do CITA

 

Fotografia / Vídeo

Will Cavagnolli /  Sheila Signário

Diagramação

Welton Silva

 

Assessoria de Imprensa

Escola de Noticias

 

Homenagem

Maracatu Ouro do Congo

 

Convidados de outros estados do Brasil

Mestre Chacon Viana – Nação Porto Rico (PE)

Mestra Joana Cavalcante – Maracatu Encanto do Pina (PE)

 

Produção Geral

Coletivos do CITA

 

Agradecimentos

Aos grupos e artistas participantes

Chacon Viana, Raquel Trindade, Joana Cavalcante, Oswaldo Faustino, Tropeiros Batuques e Tradições, Bloco Afro É Di Santo, Gui Simi, Coletivo Brincantes Urbanos, Brechoteca – Biblioteca Popular do Jd. Rebouças, Vitor da Trindade e Banda, Projeto Mais Rap, Sansakroma Contadores de Histórias, Banda Ouro & Chá, Guinão Oliveira, Salloma Salomão, Sarau do Binho, Bar Favela da Vila, Quintal das Histórias, Deivson Santana, Estúdio Abacateiro, Grupo Teatral Secreto (Aprendizes da Oficina de Teatro 2015), Cia Basalto de Artes, Ponto de Brincar, Banda Agbè, Alexandre Souza e Espaço Clariô de Teatro, Pax Bittar . . . por participarem conosco desta festa.

Aos realizadores de todo os dias:

Orientadores das oficinas do CITA: Jorge Cesar, Pow LiteraRua, Alessandra Leite, Paloma Xavier, Deco Morais, Daniel Weffort, Iranildo Caldeira, Contra Mestre Chico Porreta, Elias Costa, Alexandre Mattos, Jota Vianna, Cléia Varges, Joka Andrade.

Coletivos que trabalham diária, semanal, quinzenal ou mensalmente para que o CITA exista: Bando Trapos, Escola de Noticias, Trupe Imbola’Rua, Maracatu Ouro do Congo, Instrumental Sapato Branco, Sarau do Binho, Cia Basalto de Artes, Grupo Caixote do Teatro, Tropeiros Batuques e Tradições, entre muitos outros grupos parceiros e artistas.

 

Espaço Cultural CITA – Cantinho de Integração de Todas as Artes

Rua Aroldo de Azevedo, 20 – Campo Limpo – S. Paulo – SP

espacocita@gmail.com

(11) 5844-4116 (Fixo) / (11) 99862-4821 (oi)

Ação realizada pelos coletivos e parceiros do Espaço Cultural CITA, como parte dos projetos Cantinho de Integração de Todas as Artes – com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura em Parceria com o Ministério da Cultura e CITA Integrar para (CO)Nstruir – com o apoio do ProAC 26/2014 Território das Artes.