ABRIL / 2017

NO ESPAÇO CULTURAL CITA E PRAÇA DO CAMPO LIMPO

1.png

PROJETO MAIS RAP

TODAS AS SEXTAS – DIAS 07, 14, 21 E 28  – Das 20:00 às 22:00 

Iniciativa de coletivos e MC’s de Campo Limpo e região, o projeto MAIS RAP acontece todas às sextas feiras, das 20:00 às 23:00hs, na Praça do Campo Limpo com o apoio do Espaço Cultural CITA. Acontecem Batalha de Mc’s, Pocket Shows, Discotecagens, RAP Gospel, MIC aberto ao público, mini-sarau, dentre outras novidades e atrações. O projeto Mais Rap vem semanalmente relembrando a importância histórica da Praça do Campo Limpo para o movimento Hip-Hop da região.

14543692_1110342179002973_3067966591846604915_o
O objetivo do coletivo é pesquisar e promover vivências de aprendizado em torno das manifestações tradicionais brasileiras, com foco nas manifestações sudestinas. Para isso, realiza mensalmente uma Roda de Jongo aberta à participação do público no Espaço Cultural CITA. Imagem: Kenny Rogers

RODA DE JONGO COM CANDONGUEIROS DO CAMPO LIMPO

TODO PRIMEIRO SÁBADO DO MÊS – 01 DE ABRIL – 19H  

Um grupo que surge através de um interesse comum pela cultura tradicional brasileira do sudeste e nordeste, com foco no Jongo, no Samba de Coco e na Ciranda. A ideia é fazer um dialogo das manifestações com a periferia de São Paulo, assim criou-se um núcleo de pesquisa, propondo um projeto de fortalecimento e difusão da cultura brasileira, que tem o intuito de levar às ruas o espírito das brincadeiras populares através dos cortejos, rodas e oficinas. A roda de Jongo acontece todo primeiro sábado de cada mês.

3

 

SARAU DA PONTE PRA CÁ NA PRAÇA DO CAMPO LIMPO

SEGUNDA – 03 DE ABRIL – AS 18H – 

Iná Livros – Editora de Livros Exposição Fotográfica – Rogerio Pixote Economia Solidaria com Ráffia Acessórios Economia Solidaria – Ih, fiz Arte! – Ivan Barbosa Economia Solidaria – *Mucunã Artes com a Natureza por Jessica Paula* Grupo Multiplicarte – Dança Musica – Fabio Matu – Pri Zeferino – Ge de lima – DJ DU Biqueira Cinematográfica. Lançamento de Vagner Souza – lágrimas , decides e futuro.

Sarau binho Sheila Signário11

Sarau do Binho na Praça do Campo Limpo

16 DE ABRIL  – 16H – 3° Domingo do Mês 

 Referência dos artistas locais e de outros espaços culturais da cidade, o Sarau do Binho é um encontro de pessoas ligadas a várias linguagens culturais, poetas, artistas plásticos, músicos, cineastas, fotógrafos, atores e outros, que promove a  articulação e o intercâmbio de informações relacionadas às várias manifestações culturais da  região do Campo Limpo.  É um espaço de encontro do humano, onde a literatura e a Poesia tem espaço privilegiado, a matéria prima para lhe dar forma são os sentimentos, ações, intervenções, valores, afirmação, resistência e mobilização. É um espaço da palavra, com o uso da oralidade entre seus participantes através da declamação de poesias e textos, em sua maioria de autoria dos frequentadores, estimulando também a produção escritae ênfase no incentivo à leitura.

11870663_1628844060708590_17085206317486_n

 12º Caldos e Causos.

20 DE ABRIL – QUINTA-FEIRA –  19H

Toda penúltima quinta-feira de cada mês acontecerá um encontro convidando pessoas que queiram ouvir ou contar histórias, podendo também propor bate-papos com escritores em torno de sua obra, poetas ou músicos que queiram compartilhar causos vividos ao longo de suas trajetórias. Idealizado pelo Núcleo de Literatura do CITA e hoje conduzido pelo Bando Trapos, o encontro ou roda de histórias estará sempre aliado ao preparo de um caldo que será servido para todos os participantes.

2

FORMAÇÃO DE DOULAS E DOULOS

COM MEDICINAS NATURAIS E ANCESTRALIDADE.

31/03, 01/04, 02/04, 07/04, 08/04 e 09/04  – SEXTAS/SÁBADOS E DOMINGOS 

DAS 8H30 ÀS 17H30  

 Quer ser Doula ou Doulo em benefício à maternidade, e saber mais da medicina natural e tradições ancestrais que podem ser utilizadas? A Doulagem beneficia muito a gestante e a família durante a gestação, parto e pós-parto, incentivando a conscientização e humanização na maternidade, resgatando conhecimentos ancestrais. Muitas pessoas desejam atuar com seus dons em doular, porém muitas vezes o acesso ao conhecimento e formação é restrito ou não acessível.  Assim, decidimos oferecer o compartilhamento do saber e vivências em primeiro lugar, e fazer um curso que possa ser sustentável, valorizando os facilitadores mas também dando oportunidade à todos de se formar, independente de gênero ou condições financeiras. O curso terá a duração de 6 dias – 54 horas no total, com continuação em estágios acompanhados voluntários e entrega de certificado. Realização em parceria com o Espaço CITA, Casa Na Unidade, Projeto VegeArte, Nascendo em Casa e Casa Terran Holística.

4

CIA. ÉS ARTE  – ESPETÁCULO: EU SOU

27 E 30 DE ABRIL – QUINTA E DOMINGO  – 19H

O Coletivo Jovens Artistas e Cia. ÉsArte, apresentam “EU SOU”, a partir da cognição disparadora “Quem eu estou?”, os dançantes buscam a descoberta das cores transcendendo a identidade demonstrando a corporificação. A pesquisa aborda conceito artístico através das artes plásticas e da dança contemporânea, ressignificando as funções das cores dentro de memórias cotidianas pelo seu interno através da arte abstrata e do surrealismo, em uma enorme tela transformando a sua memória em vida onde o holocausto de seus internos buscam a identidade fortificada em um mar de cores. Ao final de um contorno reto e neutro prevalecendo a finalização da arte conceitual, transformando assim o movimento onde o corpo mergulha em seu pote de cores, que a partir do toque o corpo se torna tela do qual as trajetórias se cruzam, dispersão e vivem em um único momento de um movimento de seguir o caminho seja para qual lugar for, exaustando os interpretes até a última gota de tinta sendo: memória, desastre, corpo, vida e construção.

O processo propõe ao final do espetáculo uma vivência artística com o público, dando total autonomia para que o público crie sua tela de forma coletiva, assim ampliando sua percepção corporal e artística, experienciando e retratando o que foi visto e sentido em sua própria tela.

 

Foto: Coletivo: The Five Colours.